http://www.ingridaleixo.com.br/search/label/Beleza http://www.ingridaleixo.com.br/search/label/Cabelos http://www.ingridaleixo.com.br/search/label/DIY http://www.ingridaleixo.com.br/search/label/%23projetoingridmagra http://www.ingridaleixo.com.br/search/label/Decora%C3%A7%C3%A3o http://www.ingridaleixo.com.br/search/label/Look%20do%20Dia  http://www.ingridaleixo.com.br/search/label/Dicas%20de%20make  http://www.ingridaleixo.com.br/search/label/Moda https://www.youtube.com/user/semprelindamakeup

Do berço para a Cama


POR: Thalita Campedelli


O Bernardo dormiu no berço até quase dois anos e só saiu porque nos mudamos. Não teve muita transição: ele saiu de um lugar que tinha berço para ele dormir e foi morar em outro em que tinha uma caminha. Ele não reclamou e se adaptou rapidinho. Com o Tomás foi um pouco diferente… Ele sempre foi um bebê grande e quando tinha um pouco mais de um ano e meio começou a balançar tanto o berço que eu fiquei com medo… Mas também tinha certa agonia da ideia de que, se ele passasse a dormir em uma cama, iria acordar no meio da noite e sair perambulando pela casa! Dá pra entender? Hahahaha. Enfim, um tempo depois uma mini-cama igual a mini-cama do irmão foi comprada para ele. Ele achou legal mas só passou a dormir mesmo na cama depois de tanto observar o irmão.
No começo eu deitava junto, lia algum livro pra ele e deixava um bichinho de pelúcia para que ele pudesse abraçar. Assim que eu saía do quarto ele já começava a chorar. Eu achei que ele fosse demorar um tempão para conseguir dormir lá sem problemas, mas do nada essa nossa rotina começou a funcionar. Hoje eu já nem deito com ele: conto história para os dois meninos e depois digo que é hora de dormir, entrego um copo de água para cada um e deixo a luz do quarto no mínimo. Em 10 minutos os dois já estão dormindo! Isso acontece por volta das 20:30 e dura até 07:30.
Por mais difícil que seja essa parte do sono para as mães (e pais!) durante os primeiros dois anos do bebê, uma hora essas coisas entram nos eixos. É preciso um pouco de esforço e muitapaciência, mas tudo de resolve!
Beijos,


0 comentários:

Postar um comentário